junte-se à nós também




quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ser Chique Sempre! - Glória Kalil




Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos
dias de hoje.
 
A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas.
Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo
carro Italiano.
 
O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.
 
Chique mesmo é ser discreto.
 
 Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.
 
Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
 
Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuaçõe inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
 
É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
 
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador.
É lembrar-se do aniversário dos amigos.
 
Chique mesmo é não se exceder jamais!
Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
 
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.
 
É "desligar o radar", "o telefone", quando estiver sentado à mesa do restaurante, prestar verdadeira atenção a sua companhia.
 
Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
 
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!
 
Chique do chique é não se iludir com "trocentas" plásticas do físico... quando se pretende corrigir o caráter: não há plástica que salve grosseria, incompetência, mentira, fraude, agressão,
intolerância, ateísmo...falsidade.
 
Mas, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo,
vamos todos terminar da mesma maneira, mortos sem levar nada material deste mundo.
 
 Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não
aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem, que não seja correta.
 
Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!
 
Porque, no final das contas, chique mesmo é Crer em Deus!
 
Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas, Amor e Fé nos tornam humanos!
 
 
GLÓRIA KALLIL

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Vista esse colete!!!

Mãos que Ajudam - Doe Sangue!

Amigos,

30 de Julho vamos participar de um sábado solidário!!!

Mãos que ajudam a doar sangue!!!

Horário: 8hs às 17hs
Local: Sede da estaca Leste - Rua Major de Carvalho - Campos Eliseos
Ribeirão Preto-SP

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
"A Caridade nunca falha"

durar pra sempre..

"Se você quer que alguma coisa dure para sempre, deve tratá-la de modo diferente. Você a defende e protege. Você não expoe à elementos. Você não torna comum ou trivial. Caso ela venha a ficar oxidada, você amorosamente dá polimentoa ela até que resplandeça como nova. Ela se torna especial porque você a faz especial, e a sua beleza e preciosidade aumentam com o passar do tempo."

Elder F. Burton Howard

terça-feira, 26 de julho de 2011

de cara nova

Meninas...
faz tempo que estava querendo mudar a carinha do nosso blog...

E tcharammmm ... o que acharam?

Foi com muito carinho!!! Espero que gostem, ok!

BJaum

Lançamentos e Promoções Natura



 
Refis Natura Tododia Hidratante Desodorante Corporal com 15% de desconto
Lançamento Novos Refis Natura Sève com Descontos Especiais
 
 
Lançamentos Natura Ekos Cabelo: Na Compra de um Shampoo ou Condicionador Regular de  Maracujá ou Cacau Ganhe um Refil do Mesmo Produto
Lançamentos 25% de Desconto em Produtos Para Tratamento dos Cabelos Natura Ekos
 
 
Lançamentos Natura Ekos Cabelo: Na Compra de um Shampoo ou Condicionador Regular de  Castanha Ganhe um Refil do Mesmo Produto
Lançamentos 25% de Desconto em Produtos Para Tratamento dos Cabelos Natura Ekos


Peça o seu...
http://www.natura.net/revistanatura

fabiana.a.vieira@hotmail.com Ribeirão Preto-SP

Natura Faces Rosto - Lançamento


Para você cuidar da pele do rosto de uma forma simples e eficaz, a linha Natura Faces Rosto chegou ao site e traz novas fórmulas, com fragrância leve e floral, e embalagens coloridas que vêm numeradas indicando a etapa do tratamento. Os produtos são fáceis de usar e combináveis entre si..

assistam o vídeo:



  E os resultados comprovados nos testes realizados pela Natura: redução imediata da oleosidade da pele; 78% de redução da acne em sete dias de uso; e 83% de redução dos cravos em três dias de uso dos 3 passos de tratamento.


Pedidos falem comigo até o dia 15/08...ok!!!

Paciência

"Paciência significa aceitar o que não pode ser mudado e enfrentar isso com coragem, graça e fé. Significa estarmos “[dispostos a submeter-nos] a tudo quanto o Senhor achar que [nos] deva infligir, assim como uma criança se submete a seu pai” (Mosias 3:19). Em suma, paciência significa estar “firme, constante e imutável em guardar os mandamentos do Senhor” (1 Néfi 2:10) todas as horas de todos os dias, mesmo quando for difícil."

(Dieter F. Uchtdorf, Prosseguir com Paciência, Liahona Maio 2010, pp 59)

sexta-feira, 22 de julho de 2011

"Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado".

Você já refletiu sobre o tamanho do amor que o Pai Celestial tem pelos seus filhos? Pois é, para se ter uma ideia de amor e comprometimento, leia a história abaixo e fique sabendo que Deus nos ama ainda mais...

Na Romênia, um homem dizia sempre a seu filho:
- "Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado".

Houve, nesta época um terremoto de intensidade muito grande, que quase arrasou as construções lá existentes nesta época.

Estava nesta hora este homem em uma estrada.

Ao ver o ocorrido, correu para casa e verificou que sua esposa estava bem, mas seu filho nesta hora estava na escola. Foi imediatamente para lá. E a encontrou totalmente destruída. Não restou, uma única parede de pé...

Tomado de uma enorme tristeza ficou ali ouvindo, a voz feliz de seu filho e sua promessa. ( não cumprida)

..." Haja o que houver: eu estarei sempre a seu lado".

Seu coração estava apertado e sua vista apenas enxergava a destruição.

A voz de seu filho e sua promessa não cumprida o dilaceravam.
Mentalmente percorreu inúmeras vezes o trajeto que fazia diariamente segurando sua mãozinha.
O portão ( que não mais existia)...
Corredor...
Olhava as paredes, vendo aquele rostinho confiante...

...passava pela sala do 3º ano, virava o corredor e o olhava ao entrar. Até que resolveu fazer em cima dos escombros, o mesmo trajeto.
Portão...
Corredor...
Virou a direita...
E parou em frente ao que deveria ser a porta da sala. Nada! Apenas uma pilha de material destruído.
Nem ao menos um pedaço de alguma coisa que lembrasse a classe.
Olhava tudo... desolado...
E continuava a ouvir sua promessa:
- "Haja o que houver, eu sempre estarei com você".
E ele não estava...

Começou a cavar com as mãos.
Nisto chegaram outros pais, que embora bem intencionados, e também desolados, tentavam afastá-lo de lá dizendo:
- Vá para casa. Não adianta, não sobrou ninguém.
- Vá para casa.
Ao que ele retrucava:
- Você vai me ajudar?
Mas ninguém o ajudava, e pouco a pouco, todos se afastavam.

Chegaram os policiais, que também tentaram retirá-lo dali, pois viam que não havia chance de ter sobrado ninguém com vida. Haviam outros locais com mais esperança.

Mas este homem não esquecia sua promessa ao filho, a única coisa que dizia para as pessoas que tentavam retirá-lo de lá era:
- Você vai me ajudar ?
Mas eles também o abandonavam.
Chegaram os bombeiros, e foi a mesma coisa...
- Saia daí, não está vendo que não pode ter sobrado ninguém vivo? Você ainda vai por em risco a vida de pessoas que queiram te ajudar pois continuam havendo explosões e incêndios.
Ele retrucava :
- Você vai me ajudar?
- Você esta cego pela dor não enxerga mais nada. Ou então é a raiva da desgraça.
- Você vai me ajudar?
Um a um todos se afastavam.

Ele trabalhou quase sem descanso, apenas com pequenos intervalos, mas não se afastava dali.

5 hs / 10 hs / 12 hs/ 22 hs / 24 hs /30 hs...

Já exausto, dizia a si mesmo que precisava saber se seu filho estava vivo ou morto. Até que ao afastar uma enorme pedra, sempre chamando pelo filho, ouviu:
- Pai ...estou aqui!
Feliz, fazia mais força para abrir um vão maior e perguntou:
- Você está bem?
- Estou. Mas com sede, fome e muito medo.
- Tem mais alguém com você?
- Sim, dos 36 da classe, 14 estão comigo; estamos presos em um vão entre dois pilares. Estamos todos bem!
Apenas se conseguia ouvir seus gritos de alegria.
- Pai, eu falei à eles:
- Vocês podem ficar sossegados, pois meu pai irá nos achar. Eles não acreditavam, mas eu dizia a toda hora...
- "Haja o que houver, meu pai, estará sempre a meu lado".
- Vamos, abaixe-se e tente sair por este buraco.
- Não! Deixe eles saírem primeiro...
- Eu sei que haja o que houver... você estará me esperando!

(Esta história é verídica)

A Caridade Nunca Falha





Presidente Thomas S. Monson
Em vez de sermos críticos e de julgarmos uns aos outros, que
possamos ter o puro amor de Cristo por nossos companheiros
nesta jornada da vida.
Nossas almas se regozijaram e alcançaram o céu. Fomos abençoados com linda música e mensagens inspiradas. O Espírito do Senhor está aqui. Oro para que a inspiração do Pai esteja comigo agora, enquanto compartilho com vocês algumas ideias e sentimentos.
Começo contando uma pequena  história que ilustra meu ponto de vista.
Um jovem casal, Lisa e John, mudou-se para um novo bairro. Certa manhã, enquanto tomavam o desjejum, Lisa olhou pela janela e viu a vizinha do lado pendurando a roupa que tinha lavado.
“Aquela roupa não está limpa!” exclamou Lisa. “Nossa vizinha não sabe lavar roupas direito!” John deu uma olhada, mas não disse nada. Toda vez que a vizinha pendurava a roupa lavada, Lisa repetia seu comentário.
Algumas semanas depois, Lisa ficou surpresa ao ver pela janela as roupas lavadas da vizinha, bonitas e bem limpas. Ela então disse ao marido: “Olhe, John, ela finalmente aprendeu a lavar direito! Como será que conseguiu?” John respondeu: “Bem, querida, eu sei a resposta. Talvez seja bom saber que levantei cedo, hoje, e lavei os vidros das nossas janelas!”
Esta noite, gostaria de compartilhar com vocês algumas ideias sobre como enxergamos os outros. Será que estamos olhando através de vidros que precisam ser limpos? Estaremos fazendo julgamentos sem conhecer todos os fatos? O que enxergamos, ao olhar para os outros? Que julgamentos fazemos deles? O Senhor disse: “Não julgueis”. 1 E continuou: “E por que reparas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?” 2 Ou, parafraseando, por que reparas naquilo que pensas ser a roupa suja do teu próximo, mas não percebes a imundície nos vidros da tua casa? Nenhum de nós é perfeito. Não conheço ninguém que declare sê-lo.
No entanto, por alguma razão, apesar de nossas imperfeições, temos a tendência de apontar os erros dos outros. Julgamos as pessoas tanto pelo que fazem como pelo que deixam de fazer. Não há como conhecer o coração, as intenções ou as circunstâncias de  outra pessoa, que talvez diga ou faça algo que consideremos motivo de crítica. Por isso, há o mandamento: “Não julgueis”.
Há quarenta e sete anos, na conferência geral, fui chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos. Naquela época, eu vinha servindo em um dos comitês gerais do sacerdócio da Igreja e por isso, antes de meu nome ser apresentado para apoio, fui sentar-me com meus colegas daquele comitê do sacerdócio, como de praxe.
Minha esposa, no entanto, não sabia aonde ir ou com quem se sentar. A verdade é que ela não conseguia um lugar no Tabernáculo para se sentar. Uma boa amiga dela, que era membro de uma das juntas gerais das auxiliares e estava sentada em uma área designada para as juntas, convidou a irmã Monson para sentar-se com ela. Essa irmã não sabia nada sobre meu chamado — que seria anunciado em breve — mas ela viu a irmã Monson, percebeu sua dificuldade, e graciosamente ofereceu-lhe um lugar. Minha querida esposa ficou aliviada e grata por essa gentileza.
Quando se sentou, entretanto, ouviu altos cochichos na fileira de trás, proferidos por uma pessoa da junta que expressou aos seus pares o seu desagrado, porque um membro da junta tivera a audácia de convidar uma “intrusa” para sentar-se na área reservada só para eles. Nada justificaria esse comportamento hostil, fosse quem fosse que tivesse sido convidada a sentar-se ali. No entanto, fico imaginando como aquela mulher se sentiu, quando ficou sabendo que a “intrusa” era a esposa do mais novo apóstolo.
Não só nos sentimos inclinados a julgar os atos e as palavras dos outros, mas também muitos de nós julgam a aparência — as roupas, o penteado, o tamanho — a lista é enorme. Um caso clássico de julgar a aparência foi publicado em uma revista de circulação nacional há muitos anos. É uma história verídica — que talvez já conheçam, mas que vale a pena repetir.
Uma mulher chamada Mary Bartels morava bem em frente à entrada da clínica de um hospital. A família morava no térreo, e ela alugava os cômodos de cima para pacientes ambulatoriais da clínica.
Certa noite, um homem de aparência horrível bateu à porta e perguntou se havia um quarto onde poderia passar a noite. Ele era corcunda, cheio de rugas, e tinha o rosto torcido por um inchaço avermelhado e em carne viva. Ele disse que estivera procurando um quarto desde o meio-dia, mas sem sucesso. “Acho que é por causa da minha aparência”, disse. “Sei que é horrível, mas o médico disse que ela pode melhorar, depois de alguns tratamentos.” Ele sugeriu que ficaria feliz de dormir na cadeira de balanço da varanda. Durante a conversa, Mary
compreendeu que o pequeno corpo do pobre homem abrigava um coração enorme. Embora todos os quartos estivessem ocupados, ela pediu que ele esperasse até ela arranjar um lugar para ele dormir.
À noite, o marido de Mary armou uma cama de lona para o homem. De manhã, Mary viu que as roupas de cama estavam impecavelmente dobradas e ele estava na varanda. Recusou o desjejum, mas antes de partir, erguntou se poderia voltar no próximo tratamento. “Não vou incomodar”, prometeu ele. “Durmo bem até numa cadeira. Mary garantiu-lhe que ele seria bem-vindo de novo.
Durante os vários anos do tratamento, ele se hospedou na casa de Mary. Era pescador, e sempre trazia de presente frutos do mar ou vegetais que ele mesmo cultivava. Em outras ocasiões, ele lhe enviava pacotes pelo correio. Ao receber esses presentes tão gentis, Mary costumava lembrar-se do comentário de uma vizinha, depois
que o velho curvado e desfigurado saiu da sua casa naquele primeiro dia. “Você hospedou ontem aquele homem de aparência horrível? Eu me recusei a fazer isso. Você vai perder hóspedes, se continuar a hospedar gente assim.”
Mary sabia que talvez tivesse mesmo perdido um ou outro hóspede, mas pensou: “Ah, se pudessem pelo menos conhecê-lo, talvez pudessem ter suportado melhor as próprias enfermidades”.
Depois que o homem faleceu, Mary foi visitar uma amiga que tinha um jardim. Ao olhar as flores da amiga, observou um belo crisântemo dourado, plantado em um balde velho, enferrujado e amassado. A amiga explicou: “Eu não tinha mais vasos; mas, sabendo como esta flor seria bonita, quis preservá-la, plantando- a neste balde velho. É só por um tempinho, até poder replantá-la no jardim”.
Mary sorriu, ao imaginar uma cena como essa no céu. “Esta é particularmente bonita”, Deus poderia ter dito, a respeito da alma do velho. “Ela não se importará de começar com esse corpo pequeno e deformado.” Mas isso foi há muito tempo; e, no jardim de Deus, como aquela bela alma deve-se sobressair! 3
As aparências enganam e são uma medida falsa para se julgar alguém. O Salvador admoestou: “Não julgueis segundo a aparência”. 4
Certa mulher que pertencia a uma organização de mulheres reclamou quando outra foi escolhida para representar a organização. Ela não conhecia a mulher indicada, mas tinha visto uma foto dela e não havia gostado do que viu, considerando-a um tanto gorda. Ela comentou: “Entre tantas milhares de mulheres desta organização, sem dúvida poderiam ter escolhido uma representante melhor”.
Verdade seja dita, a escolhida não era nenhuma “modelo”. Mas os que a conheciam e sabiam de suas qualidades viam nela muito mais do que sua fotografia revelava. A foto, de fato, mostrava que ela tinha um sorriso amável e que demonstrava confiança. O que a foto não mostrava era o fato de ser uma amiga leal e compassiva, uma mulher inteligente, que amava o Senhor e amava as filhas de Deus, e as servia. Também não mostrava que ela fazia serviços voluntários na comunidade e era uma vizinha altruísta e prestativa.Em resumo, a foto não refletia quem de fato ela era.
Pergunto, então: se as atitudes, ações e inclinações espirituais se refletissem na aparência física, será que as feições da mulher que reclamou seriam tão agradáveis quanto as daquela a quem ela criticou?
Minhas queridas irmãs, cada uma de vocês é incomparável. Cada uma é diferente das outras, de muitas maneiras. Algumas de vocês são casadas. Algumas ficam em casa com os filhos, enquanto outras trabalham fora. Algumas de vocês já têm o ninho vazio. Há também aquelas que são casadas, mas que não têm filhos. Há as que são divorciadas, e há as viúvas. Muitas de vocês são solteiras. Algumas têm curso superior, algumas não. Há aquelas que podem comprar tudo o que está na última moda, e há aquelas que se dão por felizes se tiverem uma roupa adequada para usar no domingo. Diferenças assim são praticamente inumeráveis. Será que são essas diferenças que nos levam a julgar uns aos outros?
Madre Tereza, a freira católica que trabalhou a maior parte da vida com os pobres na Índia, expressou esta profunda verdade: “Se você julgar as pessoas, não terá tempo de amá-las”.
O Salvador admoestou-nos: “O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei”.6 Pergunto-lhes: Podemos amar-nos uns aos outros, como o  Salvador determinou, se julgarmos uns aos outros? E respondo, — ecoando Madre Tereza: “Não, não podemos”.O Apóstolo Tiago ensinou: “Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse [ou dessa] é vã”. 7
Sempre amei o lema da Sociedade de Socorro: “A caridade nunca falha”. 8 Mas, o que é caridade? O profeta Mórmon nos ensina que “a caridade é o puro amor de Cristo”. 9 Em sua mensagem de despedida escrita aos lamanitas, Morôni declara: “A não ser que tenhais caridade, não podeis de modo algum ser salvos no reino de Deus”. 10
Considero a caridade — ou o “puro amor de Cristo” — o oposto das críticas e do julgamento. Falando em caridade, não estou no momento pensando no auxílio aos que sofrem e que recebem a doação de nossos recursos. Isso é claro, também é necessário e apropriado. Hoje à noite, no entanto, tenho em mente a caridade que se manifesta na tolerância que temos com os outros e na brandura com seus atos; no tipo de caridade que perdoa, no tipo de caridade que é paciente. Tenho em mente a caridade que nos impele a sermos afáveis,  compassivos e misericordiosos, não somente quando há doença, aflição e sofrimento, mas também por ocasião das fraquezas ou dos erros por parte de outros.
Há uma necessidade concreta do tipo de caridade que dá atenção àqueles que passam despercebidos, esperança aos que estão desanimados e ajuda aos que estão aflitos. A verdadeira caridade é o amor em ação.
A necessidade de caridade existe em todo lugar. A caridade necessária é a que se recusa a satisfazer-se em ouvir e repetir relatos das desventuras que ocorrem aos outros, a menos que seja para o benefício daquele que sofre.
O educador e político norte-americano Horace Mann disse, certa vez: “Ter compaixão pelo sofrimento é humano; aliviá-lo é divino”.
Caridade é ter paciência com a pessoa que nos decepcionou; é resistir ao impulso de se ofender com facilidade. É aceitar fraquezas e limitações. É aceitar as pessoas como elas realmente são. É enxergar, além da aparência física, os atributos que não se extinguirão com o tempo. É resistir ao impulso de categorizar as pessoas.
A caridade, esse puro amor de Cristo, manifesta-se quando um grupo de mulheres jovens de uma ala de solteiros viaja centenas de quilômetros para assistir ao funeral da mãe de uma de suas irmãs da Sociedade de Socorro. A caridade se manifesta quando professoras visitantes dedicadas procuram mês após mês, ano após ano, a mesma irmã desinteressada e crítica. Ela se evidencia quando uma viúva idosa é lembrada e levada aos programas
da unidade e às atividades da Sociedade de Socorro. Ela é sentida quando a irmã que se senta sozinha na Sociedade de Socorro recebe o convite: “Venha, sente-se conosco”.
Em centenas de pequenos gestos, todas vocês vestem o manto da caridade. A vida não é perfeita para nenhum de nós. Em vez de sermos críticos e de julgarmos uns aos outros, que possamos ter o puro amor de Cristo por nossos companheiros nesta jornada da vida. Reconheçamos que cada irmã está fazendo o melhor que pode para lidar com os próprios desafios, e que nos empenhemos em fazer o nosso melhor para ajudar.
A caridade foi definida como “a espécie de amor mais sublime, nobre e forte”, 12 o “puro amor de
Cristo (…); e para todos os [todas as] que a possuírem, no último dia tudo estará bem”. 13 “A caridade nunca falha”. Que esse lema secular da Sociedade de Socorro, essa verdade eterna, possa guiá-las em tudo o que fizerem. Que ele permeie sua alma e seja expresso em todos os seus pensamentos e em todas as suas ações.
Manifesto meu amor por vocês, minhas irmãs, e oro para que as bênçãos dos céus estejam sempre com Vocês. Em nome de Jesus Cristo.
Amém.
A Liahona – Novembro de 2011 – A Caridade nunca falha

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Artes em Fuxicos

Meninas..
Aqui está passo a passo de como fazer fuxico que peguei de um Blog maravilhoso ...como fazer artesanto...é simples e pode ser realizado para ensinar as irmãs em atividades...daí pode usar a imaginação para colocar onde quiser.

Flor de fuxico!!






Corte um circulo de 9 cm de diâmetro

Depois dobre como mostra a foto

Alinhave

Puxe para franzir

Aproveite a linha e faça as próximas pétalas desta forma

Faça 5 pétalas iguais

Puxe a linha para ligar as pétalas e arremate bem para não soltar

Com um tecido de 9cm de diâmetro alinhave como mostra a foto, dobrando as beradas para dentro

Depois de alinhavado puxe para franzir

Ai esta o fuxico pronto.



Por ultimo prenda no centro da sua flor, se preferir pode tambem cobrir um botão com o mesmo tecido e prender no centro.
Fica muito linda, você pode fazer de vários tamanhos, pode ser usado para customizar roupas.


Chaveiro de Fuxico

Prático e fácil


Fuxico de Flor Arredondada

Se você ficava que nem eu se perguntando como fazer fuxicos com pontas arredondas, vai ai a dica...no fuxico de pontas você dobra ao meio e depois dobra novamente. Mas para fazer o fuxico de flor arredondada você só precisa dobrar apenas ao meio e costurar...Veja como:



Materiais: molde de papelão com 9 cm de diâmetro; tecido liso ou estampado, linha, agulha de costura; tesoura e minifuxicos.

Execução:

1 - Corte o tecido conforme o molde de papelão e dobre no meio;
2 - Alinhave a parte debaixo;
3 - Junte 5 ou 6 petalas
4 - Costure um minifuxico no miolo.

Prontinho.
Fácil não??


As responsabilidades da Presidente da Sociedade de Socorro e das Conselheiras

A presidente da Sociedade de Socorro e suas conselheiras trabalham juntas para cumprir as responsabilidades a seguir.
 A presidente Sociedade de Socorro designa suas conselheiras para supervisionar algumas dessas responsabilidades:
 
1- Organizam e supervisionam o trabalho de professoras visitantes;
2- Supervisionam o serviço de solidariedade prestado na ala;
3- Supervisionam o trabalho de melhorar o ensino e o aprendizado do evangelho na Sociedade de Socorro;
4- Sob a direção do bispo, planejam maneiras de atender às necessidades de bem estar;
5- Planejam e dirigem as reuniões da Sociedade de Socorro;
6- Quando necessário, visitam as irmãs da Sociedade de Socorro;
7- Coordenar o trabalho da Sociedade de Socorro a fim de ajudar as jovens adultas solteiras da ala. Se a ala tiver um comitê de jovens adultos solteiros, essa conselheira participa do comitê.

 
Manual 2 Administração da Igreja, p.67 -2010-

Responsabilidades da Presidente da Sociedade de Socorro da ala parte I

A Presidente da Sociedade de Socorro  da Ala tem as seguintes responsabilidades:

1- Serve como membro do conselho da ala e, como membro desse conselho, participa do trabalho de edificar a fé e fortalecer as pessoas e as famílias;

2- Ela  se reúne regularmente com o bispo para relatar e discutir assuntos da Sociedade de Socorro e do bem estar;
3- a pedido do bispo, ela visita a casa dos membros para avaliar suas necessidades de bem-estar e sugerir maneiras de atender a essas necessidades;

4- Ela recomenda ao bispo irmãs para serem chamadas para servir como líderes e professoreas e para cumprir outros chamados na Sociedade de Socorro;

5- Ela coordena o gtrabalho de bem-estar da Sociedade de Socorro da ala nas situações de emergência;

6- Ela ensina às outras líderes e professoras da Sociedade de Socorro seus deveres, usando o Manual 2 Administração da Igreja 2010 como fonte de consulta;

7- Ela supervisiona os registros, os relatório, o orçamento e as finanças da Sociedade de Socorro da ala. A secretária da Sociedade de Socorro a ajuda nessa responabilidade.

p.67 Manual 2 Adminsitração da Igreja-2010
 
fonte: acaridadenuncafalha.blogspot.com

Dia do amigo!!!

"A verdadeira amizade o tempo não apaga,
a distância não separa
e a maldade não distroe!"

"Amigo é a maneira que Deus tem para cuidar de nós"

terça-feira, 19 de julho de 2011

Citações de Joseph Smith

Em 1840, o Profeta Joseph Smith enviou uma epístola aos Doze na qual declarava: “O amor é uma das principais características de Deus e deve ser manifestado por todos os que desejarem ser Seus filhos. Um homem cheio do amor de Deus não se contenta em abençoar seus familiares, mas estende esse amor ao mundo inteiro, ansioso por abençoar toda a humanidade”.

"O que quer que Deus requeira é certo, não importa o que seja, embora não vejamos a razão disto até muito depois que os eventos tenham acontecido” (História da Igreja, 5:135).

“Você não pode ir a lugar algum sem que Deus possa lhe encontrar” (História da Igreja 6:366).

“A fé vem através de ouvir a palavra de Deus. Se um homem não tem fé suficiente para fazer uma coisa, ele pode ter fé para fazer outra: se ele não pode mover a montanha, ele pode curar o doente. Onde há fé haverá alguns dos frutos: todos os dons e poderes que foram enviados dos céus, foram derramados sobre as cabeças daqueles que tem fé” (História da Igreja 5:355).

“Grandes bênçãos nos esperam nesta época, e brevemente será derramado sobre nós, se formos fiéis em todas as coisas, pois somos intitulados com bênçãos espirituais maiores do que eles [os fiéis da época de Cristo] receberam, porque eles tiveram Cristo em pessoa com eles, para os instruir no grande plano de salvação. Sua presença pessoal nós não temos, portanto temos necessidade de uma fé muito maior” (Ensinamentos do Profeta Joseph Smith , sel. Joseph Fielding Smith [1976], 90).

“[Deus] nunca instituirá uma ordenança ou dará um mandamento para Seu povo que não foi calculado em sua natureza para promover que a felicidade a qual Ele tem designado, e que não terá fim na grande quantidade de bondade e glória para aqueles que se tornam recipiente de Sua lei e ordenança” (História da Igreja 5:135).

“Uma religião que não requer o sacrifício de todas as coisas nunca tem poder suficiente para produzir a fé necessária para a vida e salvação” (Lectures on Faith, 1985, 69).

e a minha favorita...

"Jamais desanimei! Ainda que fosse atirado ao mais profundo abismo da Nova Escócia e sobre mim jogassem pedras rochosas, ainda sim continuaria a persistir, a ter fé e bom ânimo e chegaria novamente ao cume"

Amo maquiagems

Que mulher que não gosta de se maquiar?


Eu amoooo!!!




Algumas dicas valiosas para quem ama muito tudo isso..


Pele Oleosa!!!... =/

  • Quem tem pele oleosa deve usar pó, também é bom evitar as bases pastosas, escolha as fluidas. Uma dica é passar gelo no rosto depois da limpeza do rosto e antes maquiagem que fecha os poros e faz a maquiagem durar mais.
  • nas peles oleosas, devemos usar produtos livres de óleo - como bases mais fluidas - e produtos de textura seca, como o pó. A Natura tem a base em pó de Una que é ideal para estes casos. Prefira também blush e sombras em pó.

Lápis de olho sem borrar???

  • Não acho uma boa idéia usar lápis a prova d'água, porque além de borrar vai ser difícil de limpar o que borrou. Mas isso é uma coisa que não tem solução! O que eu posso te dizer é quando borrar não tentar limpar com água, passa um pedacinho de algodão com um pouquinho de creme, isso limpa bem o olho e não machuca a pele
  • dificilmente um lápis de olho não vai dar aquela borradinha quando passado na parte inferior, mas o que eu gosto de fazer para que ele dure mais é ir além da linha d'água, gosto de passar na linha dos cílios inferiores também, assim o traço fica um pouco mais grosso e forte. Outro truque é passar um pouquinho de sombra preta sobre o traço do lápis, assim ele fica mais sequinho. =)


UMA DICA DE LÁPIS:

Comprei o lápis Aquarela de Natura para os olhos, incrivel ele não borra... e o que é melhor.. fico com ele o dia todo sem borrar.. sério mesmo.. além do mais sua fórmula garante uma aplicação cremosa e cor intensa. Tem textura macia e ótimo deslizamento. Amei!!!



Até mais.. aguardem!!!

O grande mandamento




O amor verdadeiro dura para sempre. é eternamente paciente e está sempre disposto a perdoar. Crê, espera e suporta todas as coisas. Esse é o amor que o Pai Celestial tem por nós.

Todos nós desejamos sentir esse tipo de amor. Mesmo quando erramos, esperamos que os outros nos amem, a despeito de nossas falhas e mesmo que não mereçamos.

Como é maravilhoso saber que o Pai Celestial nos ama, mesmo com todos os nossos defeitos! Seu amor é tão intenso que, ainda que nos consideremos um caso perdido, essa nunca será a opinião Dele.

(...)

(A Liahona, Nov, 2007 - O Grande mandamento - Joseph B. Wirthlin)

segunda-feira, 18 de julho de 2011

As bençãos Eternas do casamento

Richard G. Scott O selamento no templo adquire maior significado à medida que a vida transcorre. Ele vai ajudá-los a achegarem-se cada vez mais um ao outro e a terem mais alegria e satisfação na mortalidade.

Alguns trechos desse discuros maravilhoso....

Aprendi uma lição importante com minha esposa. Eu viajava muito devido a minha profissão. Eu estivera fora por quase duas semanas e voltei para casa em uma manhã de sábado. Tinha quatro horas antes de ter que sair para outra reunião. Percebi que a nossa pequena máquina de lavar havia quebrado e que minha esposa estava lavando a roupa à mão. Comecei a consertar a máquina.
Jeanene se aproximou e disse: “Rich, o que você está fazendo?”
Eu disse: “Eu estou consertando a máquina de lavar, assim você não precisará fazer isso manualmente”.
Ela disse: “Não. Vá brincar com as crianças”.
Respondi: “Posso brincar com as crianças a qualquer hora. Quero ajudar você”.
Ela então disse: “Richard, por favor, vá brincar com as crianças”.
Quando ela falou comigo com tanta autoridade, obedeci.
Passei um tempo maravilhoso com nossas crianças. Brincamos de pique e rolamos nas folhas caídas de outono. Depois, fui a minha reunião. Provavelmente eu teria esquecido aquela experiência, se não fosse pela lição que ela queria que eu aprendesse.
Na manhã seguinte, por volta das 4 horas da manhã, acordei quando senti dois bracinhos em volta do meu pescoço, um beijo na bochecha e estas palavras sussurradas em meu ouvido, que nunca vou esquecer: “Papai, amo você. Você é meu melhor amigo”.
Se você não está tendo esse tipo de experiência com sua família, está perdendo uma das alegrias mais sublimes da vida.

(...)

Se for casado, você é fiel ao seu cônjuge tanto mental como fisicamente? Você é fiel a seus convênios matrimoniais, de modo a nunca iniciar uma conversa que você não gostaria que sua esposa ouvisse? Você é gentil e solidário com sua esposa e filhos?
Irmãos, vocês lideram as atividades familiares, tais como estudo de escrituras, oração familiar e noite familiar, ou deixam sua esposa preencher o vazio que sua falta de atenção deixa no lar? Vocês dizem frequentemente a sua esposa o quanto a amam? Isso trará a ela grande felicidade. Já ouvi homens me dizerem quando pergunto isso: “Oh, ela sabe”. Você precisa dizer a ela. Uma mulher cresce e é grandemente abençoada com tal afirmação. Expresse gratidão por aquilo que seu cônjuge faz para você. Expresse esse amor e gratidão com frequência. Isso vai tornar a vida bem mais preciosa, mais agradável e cheia de propósito. Não retenha essas expressões naturais do amor. E funciona muito melhor se você a abraçar quando disser isso a ela.
Aprendi com minha esposa a importância dessas expressões de amor. No início de nosso casamento, muitas vezes eu abria as escrituras para dar uma mensagem em uma reunião e encontrava um bilhete carinhoso de apoio que a Jeanene tinha deixado no meio das páginas. Às vezes eram tão carinhosos que eu mal conseguia falar. Aqueles preciosos bilhetes de uma esposa amorosa foram e continuam a ser um tesouro inestimável de consolo e inspiração.
Comecei a fazer a mesma coisa, não percebendo o quanto isso realmente significava para ela. Lembro-me de um ano em que não tínhamos recursos para eu lhe dar um presente do Dia dos Namorados, por isso decidi pintar uma aquarela na porta da geladeira. Fiz o melhor que pude, só que cometi um erro. Era tinta esmalte e não aquarela. Ela nunca me deixou tentar remover aquela tinta permanente da geladeira.
Lembro-me de um dia em que peguei alguns daqueles pequenos círculos de papel que se formam quando você fura um papel e escrevi neles os números de 1 a 100. No verso de cada um, escrevi uma mensagem para ela, uma palavra em cada círculo. Depois, juntei-os todos e coloquei-os em um envelope. Achei que seria algo engraçado.
Quando ela faleceu, descobri em meio a suas coisas pessoais o quanto ela apreciava as mensagens simples que compartilhávamos um com o outro. Notei que ela havia colado cuidadosamente cada um daqueles círculos em uma folha de papel. Ela não só havia guardado meus bilhetes para ela, mas os protegera em envelopes de plástico como se fossem um tesouro valioso. Há apenas um que ela não colocou com os outros. Ainda está por trás do vidro do nosso relógio de cozinha. Nele está escrito: “Jeanene, é hora de dizer que amo você”. Permanece lá e me lembra daquela filha especial do Pai Celestial.

(...)

É muito gratificante estar casado. O casamento é maravilhoso. Com o tempo vocês começam a pensar da mesma forma e têm as mesmas ideias e impressões. Haverá momentos em que estarão extremamente felizes e haverá momentos de provação, mas o Senhor os guiará em todas essas experiências de crescimento conjunto.

(...)


sexta-feira, 15 de julho de 2011

Convenção de Professora Visitante

menians bom dia...

Peguei essa idéia num blog muito bacana... adorei a idéia para a convenção de professoras visitantes...
Segue..

Voce precisará de tres salas que represente os reinos Teleste, Terrestre e Celeste.Para cada sala voce precisará de uma irmã que receba as professoras visitante .
1ª sala→ Teleste: voce faz uma decoração bem pobre em tom marrom e da de brinde para irmas um chiclete de gosto amargo(torpedo)
2º sala → Terrestre : voce decora um pouco melhor ( coloca toalha ,um arranjo) da de brinde uma bala.
3ºsala→ Celeste: vc decora bem linda toda branca(toalha,capa de cadeira,arranjo,cortinas etc) da de brinde um chocolate ouro branco.Voce tira da embalagem e embrulha em papel furtacor branco.
As irmãs devem ser levadas para visitar todas as salas começando pela sala Telestial.
Nao é pra dividir as irmas em categorias( quem faz,quem nao faz) todas devem visitar todas as salas.
O sucesso da atividade está nas irmas que irão receber as irmas,quem recebe deve fazer de uma forma seria e que passe o espirito.
Quando as irmas chegarem na sala telestial a irmã irá dizer coisas como: hum parabens voces estao aqui porque são aquelas que não fizeram visitas,que sempre davam desculpas.As irmãs de inicio começam a rir mas se a irmã que conduz ficar seria logo ela param.
 
Na sala terrestrial deve ser dito: parabens voces sao as professoras visitantes 50% ,só faziam pra mostrar relatorio,só no final do mes etc.
No celestial deve ser escolhido uma irma que seja muito espiritual, que  ajude as irmas a sentirem como seria bom chegar lá. essa irmã vai dizer: parabens voces sao professoras visitantes celestial!! Sao as rainhas ,as mulheres mas dedicadas,em quem o pai pode confiar etc.

depois voce leva as irmãs para a sacramental e faz uma reflexão sobre a experiência.


Espero que gostem!!!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

O menino que queria ser uma televisão!

A professora pediu aos alunos que fizessem uma redacção e, nessa redacção, o que eles gostavam que Deus fizesse por eles.
À noite, ao corrigir as redacções, deparou-se com uma que a deixou muito emocionada.
O marido, ao entrar, viu-a a chorar e pergunta:
- O que aconteceu?!?
Ela respondeu:
- Lê!
Era a redacção de um menino:
"Senhor, esta noite peço-Te algo especial: transforma-me numa televisão!
Quero ocupar o lugar dela... viver como vive a da minha casa.
Ter um lugar especial só para mim, e ser capaz de reunir toda a minha família em meu redor...
Ser levado a sério quando falo...
Ser o centro das atenções e ser ouvido sem interrupções e sem perguntas.
Quero receber o mesmo cuidado especial que ela recebe quando não funciona porque está avariada. Ter a companhia do meu pai quando chega a a casa, mesmo que esteja cansado. Que a minha mãe me procure quando estiver sozinha e aborrecida, em vez de me ignorar. E ainda, que os meus irmãos "briguem" para estar comigo.
Quero sentir que, de vez em quando, a minha família deixa tudo para passar qlguns momentos comigo.
E, por fim, que eu possa divertir todos.
Senhor, nãso Te peço muito... só quero viver o que vive qualquer televisor!"
Naquele momento, o marido da professora disse:
-Meu Deus, coitado desse menino. Que descuido o desses pais!
E ela responde-lhe:
-Essa redacção é do nosso filho...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...